Comunidades Sustentáveis

Apresentação

Filosofia do Grupo de Trabalho (GT)

 Os recursos naturais e culturais podem se constituir em matéria prima para atividades de interesse do mercado e, portanto, viabilizadoras da vida humana e do progresso social.  Mas, se conduzidas de forma insustentável, tais atividades podem levar à degradação tanto dos recursos naturais e culturais, quanto das condições humanas.  Freqüentemente, as necessidades induzem ações que degradam os recursos (materiais e culturais) e, desta forma, a luta pela sobrevivência pode, ironicamente, conduzir à deterioração das condições de vida.  Para reverter tais tendências, é preciso identificar/delinear alternativas sustentáveis de vida, a partir dos recursos disponíveis.  Isto requer melhor compreensão dos fatores que explicam, em cada contexto socio-ambiental, as relações das pessoas com os demais componentes ambientais.  Neste sentido, torna-se relevante conhecer os hábitos de vida, os valores sociais, estéticos e éticos de comunidades específicas, os significados que são atribuídos aos recursos que cercam as pessoas, as implicações políticas e as possibilidades de mercado para as alternativas de vida que se delineiam. 

Além do mais, em Comunidades Sustentáveis objetiva-se também a introduzir  na pesquisa sócio-ambiental estudantes em nível de graduação e pós-graduação, particularmente estudantes de Mestrado nas áreas de Desenvolvimento Regional & Meio Ambiente e de Cultura & Turismo.

 

PROJETOS DE PESQUISA EM ANDAMENTO NO GT:

 

Riscos de degradação ambiental em assentamentos rurais no Sul da Bahia;

Valores  estéticos e relações (de conservação ou de agressão) que diferentes grupos sociais estabelecem com o meio ambiente natural e cultural (em área urbana de Ilhéus);

Distorção entre conceito e prática do ecoturismo: estudo de caso com trilhas de mata e trilhas de praia na APA de Itacaré, BA;

 Análise de  práticas de conservação/degradação ambiental entre grupos sociais de baixa renda, no processo de ocupação e organização do espaço urbano (no bairo Teotônio Vilela - Ilhéus - de ocupação recente);

Avaliação de  mudanças comportamentais de produtores rurais em relação ao uso dos recursos naturais, frente a um programa de educação ambiental orientado para a conservação da biodiversidade (no entorno da Reserva Biológica de Una);

Bases para empreendimento turístico sustentável a partir do patrimônio natural e cultural (na comunidade de Ventura, Morro do Chapéu, Chapada Diamantina);

 Avaliação de impactos ambientais, socioeconômicos e turísticos da exploração do carangueijo na microrregião de Ilhéus-Itabuna;

Sustentabilidade da atividade turística no município de Canindé, Sergipe;

 

RESULTADOS DE PESQUISA DO GT:

 

ITABUNA - O Mapa Dos Excluídos

 Quadro Geral

 Mapa Cartográfico

 

Caracterização  Socioeconomica  e  Ambiental  dos  Associados da Cooperuna  - Una, Bahia 2002

Clique aqui para download do resumo.

 

Dissertações de Mestrado:  

Foram recentemente (2003) defendidas, dentro desta linha de pesquisa, três dissertações de Mestrado:

 

1. Valores Estéticos e Relações Sócio-Ambientais: Um estudo de caso na cidade de Ilhéus 

Clique aqui para download do resumo.

 

2. Distorções Netre o Conceito e a Prática do Ecoturismo: o caso de Itacaré, Bahia

 Clique aqui para download do resumo.

 

3. Gerenciamento Interno de Resíduos Sólidos de Centros Cirúrgicos

Clique aqui para download do resumo.

 

Artigo

Segregação de Resíduos Sólidos em Centros Cirúrgicos

Clique aqui para download do artigo.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ
Campus Soane Nazaré de Andrade, Rodovia Jorge Amado, km 16, Bairro Salobrinho
CEP 45662-900. Ilhéus-Bahia
wmaster