Núcleo de Estudos da Mata Atlântica

Apresentação

A Universidade Estadual de Santa Cruz situa-se na maior região remanescente da Mata Atlântica do nordeste, famosa pela alta riqueza e diversidade de espécies e pelo elevado grau de endemismo. Esta faixa de floresta, no entanto, vem sendo ameaçada pelo crescente desmatamento, que ganhou força especialmente após a recente crise da cacauicultura. A atual situação coloca as matas do sul da Bahia entre as dez áreas prioritárias para a conservação em todo o mundo, sendo alvo da atenção das sociedades brasileiras e internacional.

Como um dos centros de pesquisa da região, a UESC vem contribuindo para o conhecimento da biodiversidade e conservação da Mata Atlântica através de estudos próprios ou convencionados com outras instituições, muitos deles responsáveis por chamar a atenção da sociedade e da comunidade científica para a importância da Mata Atlântica do sul da Bahia.

O Núcleo de Estudos da Mata Atlântica da Uesc surgiu em 1999 para estimular a realização de pesquisas e ações na Mata Atlântica do sul da Bahia.

Entre os objetivos do Núcleo estão integrar cientistas, dar apoio institucional a projetos de pesquisa e estimular a troca de informações entre pesquisadores.
Desta maneira, espera-se garantir que os estudos desenvolvidos neste Bioma contribuam efetivamente para a conservação da biodiversidade da região.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ
Campus Soane Nazaré de Andrade, Rodovia Jorge Amado, km 16, Bairro Salobrinho
CEP 45662-900. Ilhéus-Bahia
wmaster