Estudantes Estrangeiros

Alunos estrangeiros necessitam autenticar diferentes documentos, renovar periodicamente o seguro de vida e visto de estudante, obter proficiência linguística adicional para escrita de trabalho de conclusão do curso... Para mais instruções, consulte as perguntas e respostas mais frequentes. Caso permaneçam dúvidas, envie sua pergunta pelo email arint@uesc.br.

Alunos estrangeiros de pós-graduação possuem requisitos linguísticos diferenciados. Além da língua inglesa, deve obter também a proficiência em língua portuguesa.  Para mais informações, consulte as instruções.

 

Sobre estudantes estrangeiros na UESC

  1. O trabalho final estudantes estrangeiros, na UESC, pode ser escrito na língua nativa do estudante ou deve ser escrito em língua portuguesa?
    R- A escrita de teses em língua estrangeira é permitida na UESC, vários programas escrevem teses com parte em português e parte em inglês.
    O atual regimento (RESOLUÇÃO CONSU 01/2018) estabelece que:
    " Art. 69 – A tese ou dissertação poderá ser redigida no idioma português, inglês ou na língua oficial do país ao qual pertença a instituição estrangeira conveniada. Parágrafo Único – A tese ou dissertação deverá conter resumo redigido nos idiomas português, inglês e na língua oficial do país ao qual pertença a instituição estrangeira conveniada.

  2. Para estudantes do Programa PAEC, podem redigir os trabalhos em língua espanhola, inglesa e francesa?
    R- O critério amplamente utilizado para optar por escrever em uma língua estrangeira é otimizar a etapa de publicação. Desta forma, somente seria recomendável escrever em outra língua se o periódico aceita publicar naquela língua. As partes não publicáveis da tese (exemplo revisão de literatura, introdução...) seriam uma oportunidade para o estudante (nacional ou estrangeiro) praticar a redação científica com o uso da língua portuguesa; as relações interculturais mediadas pela língua nacional são previstas nas cooperações educacionais entre os povos.

    A publicação nesses idiomas se torna viável pelos seguintes motivos:

    a) a UESC aderiu ao PAEC, isto é, ao convênio com GCUB e OEA que promove o PAEC. A OEA tem sede nos EUA, mas representa países de todas as Américas (português, espanhol, francês e inglês são as línguas oficiais de vários países de onde vêm os alunos e de representação oficial da OEA). 

    b) as línguas inglesa, espanhola e francesa são consideradas línguas francas das ciências nos países ocidentais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Idioma:
Português English Español
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ
Campus Soane Nazaré de Andrade, Rodovia Jorge Amado, km 16, Bairro Salobrinho
CEP 45662-900. Ilhéus-Bahia
wmaster